Qual é o potencial da sua fazenda?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
A safra mais recente do Fazenda Nota 10 mostrou uma capacidade de evolução das propriedades além do que se imagina. E comprovou que, com gestão, é possível dar uma virada nos resultados da sua propriedade
 

Nem é preciso ter usado um guia de ruas (alguém se lembra?) para saber o quanto a tecnologia facilitou qualquer plano de deslocamento. Você insere origem e destino no aplicativo do seu smartphone e em segundos ele mostra todo o trajeto, a duração, o fluxo do trânsito, se há acidentes no percurso, até sugere rotas alternativas.

É essa praticidade e essa precisão que o Programa Fazenda Nota 10 oferece aos pecuaristas, com a diferença de que, neste caso, a origem é a condição em que a propriedade se encontra e o destino é o patamar que se pode atingir, o potencial de crescimento do negócio. Na última safra, foi possível identificar que a margem de expansão é mais ampla do que se pensa. E que você pode fazer de 2021/22 a safra da virada na sua propriedade. 

O Fazenda Nota 10 é uma iniciativa da parceria entre o Inttegra (Instituto de Métricas Agropecuárias) e a Friboi, e tem como objetivo ajudar o produtor a identificar a real situação do negócio e em quais pontos deve trabalhar para aprimorar todo o processo. A safra 2020/21 revelou que as propriedades do grupo Top Rentáveis estão superando, sem muita dificuldade, a marca dos R$ 1 mil por hectare, algumas inclusive chegando a ganhos em torno de R$ 5 mil por hectare.

“Se a pecuária fosse uma olimpíada, esse seria o ano em que os recordes foram batidos – reprodutivos, produtivos, econômicos e financeiros”, afirma Antonio Chaker, consultor sênior e coordenador do Inttegra. “Foi uma safra transformadora que está nos ensinando muito e que não sabemos ainda qual é o limite da pecuária.”

Também surpreende o outro extremo. Chaker lamenta que muitas fazendas ainda tenham uma lucratividade baixa, com ganhos de R$ 100 por hectare. Mas como o Fazenda Nota 10 se propõe exatamente a contribuir para que se construa uma nova realidade no campo e na cadeia produtiva de carne bovina, o que se vê aí é uma grande oportunidade.

“Acho que o que está acontecendo com a pecuária hoje é o seguinte: se tem fazendas ganhando R$ 5 mil por hectare e outras ganhando R$ 100, o potencial é os R$ 5 mil e não os R$ 100. A chance que a gente tem de melhorar é espetacular”, analisa Fábio Dias, diretor de Relacionamento com Pecuaristas da Friboi.

Fábio Dias chama a atenção também à importância dos caminhos para se reduzir essa distância entre os extremos e, cada vez mais, aproximar o maior número possível de fazendas da referência de excelência. É o caso da seleção genética, do melhoramento do rebanho. E uma coisa acaba puxando a outra, pois se o pecuarista tem animais com potencial produtivo mais elevado, precisa oferecer nutrição compatível a essa capacidade, uma pastagem de qualidade, que exige um solo mais bem-cuidado.

É exatamente para que os participantes do Fazenda Nota 10 possam, de forma equilibrada, aprimorar todos os fatores que influenciam o sucesso de sua propriedade que a organização do programa buscou novos mentores para as masterclasses da safra recém-começada. “Acho que esse ano, a novidade que eu gostei muito de ver foi a incorporação de algumas coisas que vão além da gestão. A gente incorporou agora para a safra nova a questão do bem-estar, de sustentabilidade, de transparência, de qualidade do fornecedor, se está todo mundo devidamente documentado”, comenta Fábio Dias.

 “A pecuária nova não é só dar lucro, não é só dar R$ 5 mil por hectare, mas alcançar isso de forma correta. O ‘como a gente faz’ ganhou uma importância muito grande.”

Outro diferencial do Fazenda Nota 10 é que o programa se aplica a todos os sistemas de produção – cria, recria, engorda, ciclo completo. E além disso o produtor tem acesso ao benchmarking, que permite a comparação de sua propriedade com aquelas que estão no topo da lista de eficiência produtiva e econômica.

“A capacitação de gestão e essa comparação de benchmarking são para todos, e nosso intuito é ajudar a profissionalizar as fazendas levando-as aos melhores resultados”, explica Rodrigo Gennari, líder de Projetos do Fazenda Nota 10. Vale ressaltar que as informações de cada propriedade são totalmente protegidas, e que as comparações são feitas de forma extremamente técnica e cuidadosa, para que sirvam como uma bússola para o pecuarista.

É importante ressaltar que essa possibilidade de comparações entre as fazendas deve servir de estímulo, de incentivo para a melhoria. O produtor vai aproveitar as referências de eficiência e os conceitos de gestão e aplicá-los de acordo com a realidade do seu negócio.

Como explica Chaker, embora já esteja comprovado o potencial de ganhar R$ 5 mil por hectare, pode ser que em determinados casos um ganho de R$ 800 seja excelente, essa definição vai depender de uma série de fatores. O mais importante é que a progressão seja continua. “Se alguém me perguntasse o que é o Fazenda Nota 10 em uma única frase: é melhorar sempre, o amanhã melhor do que hoje”, afirma o consultor.