8ª MASTERCLASS FN10 – Calibrando a Safra

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta oitava Masterclass Antônio Chaker discorreu sobre a importância da calibração da safra na pecuária, ressaltando a necessidade de focarmos nos processos da fazenda, criar metas além de iniciativas para incrementar a criação de gado.

Dentro do programa, uma fazenda pode ser considerada Nota 10 quando existe geração de valor, sendo estes econômicos e não econômicos. Além de valores monetários, é importante observar a geração de valores para os proprietários, que devem ter prazer, reconhecimento e orgulho pelo trabalho.

 Também é necessário agregar valor e visão de futuro, envolver a equipe de funcionários para que acreditem no projeto. Para tal, é imprescindível salários justos, além de condições de trabalho condizentes, clima organizacional e autonomia.

Ainda, o tratamento com o animal deve ser gentil, implantando manejos racionais e trabalhos com o menor estresse, para elevar o respeito com o gado. Por último, deve-se pensar na geração de valor para o ambiente, analisando a alta demanda governamental e de compradores.

Ao gerarmos valor para o meio ambiente, além de se respeitar as leis vigentes, multiplicamos nossa produtividade, pois, um ambiente vivo, aumenta a produção e, logo, a renda da atividade.

A partir dessa visão empreendedora, pode-se apurar a geração de valor segundo os fundamentos da atividade pecuária. O primeiro seria entregar de 3 a 6% do valor da fazenda, independente da localidade e valor da propriedade. Para fazendas arrendadas, é fundamental lucrar entre 15 e 20% do valor arrendado.

A margem sobre a venda para a cria, dever ser igual ou superior a 35%, independente do estado do mercado no momento. Para o ciclo completo o valor de referência é 30% e para recria e engorda 18%.

Um dos principais fundamentos é que o custo deve girar entre 0,5 @ para cada @ produzida, além de um desembolso/cabeça/mês de R$15,00 para cada 100g/dia de ganho.

Sendo assim, é imperativo para a calibração da safra ações e iniciativas que podem ser aplicadas em qualquer sistema produtivo. Consiste em controlar, definir, mensurar, aalisar e melhorar nossos dados.

Deve-se perguntar: O que eu espero da safra?  Quais lucros eu obtive até agora? Eu mantive o planejamento? Consegui entregar o que era para ser entregue? Se estou fora, porque estou fora? Que mudança de manejo, orçamento, nutrição eu vou fazer para ajustar isso? Qual a solução para cada problema?

O objetivo da equipe Fazenda Nota 10, é analisar número e auxiliar o produtor a tomar decisões.

Antecipando as estratégias, temos condições para a tomada de decisões a longo prazo. O primeiro passo sempre é saber onde estou e o que preciso melhorar. O planejamento e as ações podem ser elaborados de forma cautelosa e de forma gradativa. Uma má gestão da fazenda é que traz maus resultados, independente da época ou do sistema produtivo.

Por isso é importante ter maleabilidade com as mudanças que ocorrem no mundo, precisamos atualizar nossa forma de negócio para sempre termos os melhores lucros possíveis.

Como mensagem final é sempre importante ressaltar dois pontos: “a fazenda é o reflexo do dono e de suas ações” e “quem se compara, evolui”.