2ª MASTERCLASS – Como dominar os números da minha fazenda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Dia 18 de Agosto ocorreu a segunda Masterclass da safra 2021/2022. Antonio Chaker discorreu sobre o tema “Como dominar os números da minha fazenda”.

Os números estão em tudo, para ter objetividade é necessário analisar a propriedade pelos números, a distância entre o que a fazenda lucra/produz e para o que ela almeja lucrar/produzir é a meta a ser atingida.  Entender a atual realidade da propriedade, é o primeiro passo para uma gestão correta. Todas as metas devem ser voltadas para aumentar o lucro da fazenda e, para que isso ocorra, se faz necessário ter em mãos números precisos para alcançar a decisão mais certeira.

Dentro da atividade pecuária as mudanças não acontecem da noite para o dia. Os pensamentos devem estar pautados na evolução diária, em especial em três áreas: produção, pessoas e gestão. Alguns exemplos de evolução da produção pecuária são: diminuir a mortalidade e aumentar taxas de desmame, ou seja, ter excelência em gestão e administração é saber o que deve ser gasto e qual limite de cada componente, analisar números e constatar se estes estão condizentes com as metas estabelecidas para obtenção do lucro final. A fazenda mais lucrativa é aquela que entrega mais do que vale a propriedade e do que vale o gado.

Percebe-se então a importância dos números, para indicar se está “realmente acontecendo o que realmente deveria acontecer”. Os números são informações para pautarmos conclusões e atitudes, a partir do momento que entendemos os números de uma fazenda é importante observar três linhas: A última linha, a linha do meio e a linha do olho. A última linha demonstra se houve ganho/prejuízo, o resultado do valor da terra, resultado hectare/ano. Na linha do meio são observados os índices zootécnicos, desembolso cabeça/mês, gasto com mão de obra entre outros. A linha do olho é observar o animal, ver se tem costela aparecendo, olhar para as fezes dos animais, verificar se na propriedade tem capricho ou não. É necessário acompanhar diariamente a linha do olho, mensalmente a linha do meio e trimestralmente a última linha, essas linhas são de extrema importância para a produção pecuária da fazenda.

As tomadas de decisões devem ser fundamentadas em números. Saber qual é o máximo que pode ser gasto dentro da safra, qual peso as novilhas para entrar em estação de monta, acompanhar o GMD, índices de equipe entre outros, para então agir se caso não ocorra o planejado e então se comparar a outras propriedades. Quando há comparação há evolução. Quando se tem uma meta, fica mais fácil conquistar o desejado.

“Passarinho que é bom, voa com gaiola e tudo”.